O que esperar da campanha eleitoral 2020 na internet

Compartilhe

Após uma acirrada disputa pela cadeira presidencial nas últimas eleições, neste ano de 2020 algumas mudanças foram essenciais para alcançarmos uma eleição ainda mais justa e democrática. Com o fim das doações de pessoas jurídicas a candidatos – definido por decisão do Supremo Tribunal Federal , as campanhas online prometem se tornar cada vez mais decisivas no processo de formação de opinião do eleitor, transformando a crescente popularização das mídias sociais na sua melhor ferramenta de alcance em massa.

Em vista da diminuição de recursos para as campanhas, o Congresso Nacional se preocupou com o cenário e ampliou as possibilidades de uso do marketing político nas mídias sociais para fins eleitorais, com regras que já serão válidas nas próximas eleições.

Entre as tais regras para propaganda eleitoral na Internet em 2020, que já foram aplicadas na campanha de 2018, destacamos as seguintes:

– Impulsionamento de conteúdo nas mídias sociais e outras plataformas
– Controle de gastos nas campanhas feitas pela Internet
– Proibição do uso de fakes e robôs
– Remoção de conteúdo nos meios digitais
– Direito de resposta

Além disso, infelizmente o próximo ano terá como péssimo destaque o envio e propagação de fake news, como já observado nas eleições passadas. Para lidar com isso, os candidatos devem antecipar seu protocolo de gestão de crises nas redes sociais, a fim de driblar esta armadilha.